Curta a nossa página
12/05 20h32 2019 Você está aqui: Home / Oeiras Emanuel Vital Imprimir postagem

Francisco Costa e Bessah Filho em disputa pelos cargos regionais em Oeiras

Na edição do quadro Jogo do Poder, do programa Agora, desta quinta-feira (09/05), composto pelos jornalistas Amadeu Campos, Efrém Ribeiro, Arimateia Carvalho, Ananias Ribeiro e Sávia Barreto, os profissionais explanaram os principais pontos dos bastidores da política local e nacional.    

O deputado Francisco Costa falou com o Jogo do Poder sobre a disputa pela vaga de direção do Hospital Regional Deolindo Couto, de Oeiras. "Acho que a votação do deputado estadual é apenas um balizador do peso das lideranças que votaram no governador, então esse é o primeiro parâmetro que nós temos que ver. Por exemplo, quem dos aliados do deputado B.Sá votou no governador? Nós sabemos que lá muitos votaram em outro candidato para o executivo, então esse é um parâmetro que nós temos que fazer uma análise mais criteriosa. Eu sou deputado da região, fui bem votado lá e todas as minhas lideranças votaram no governador, então nós vamos poder fazer uma conta mais justa. Não estou querendo retaliar ninguém e nem contrapor o espaço de ninguém, mas não posso abrir mão do meu espaço, da militância que lutou pelo governador, ao passo que outras lideranças não priorizaram a eleição do majoritário".

 

Francisco Costa responde B.Sá: “Tem que ter votado no governador"

“Os votos do B.Sá em Oeiras não são casados com os do governador. As principais lideranças dos Boca Preta em Oeiras votaram no Luciano Nunes (PSDB) para governador, logo essa conta tem que ser revista”, respondeu ao blog Primeira Mão o deputado estadual Francisco Costa (PT) em referência aos votos que teve em Oeiras, sendo cerca de 2 mil contra 7 mil do deputado estadual B.Sá (Progressistas).

O governador Wellington Dias agendou reunião para esta sexta-feira, 10, no Palácio de Karnak, para resolver o impasse sobre a indicação de cargos do segundo escalão. B.Sá retruca Costa e garante que votou no governador e é aliado de primeira hora: “Assis Carvalho foi votado com os votos dos Tapety. Parece sem fundamento o critério de quem votou no governador. O povo do Assis que não votou no Wellington Dias”. Tanto B.Sá como Francisco Costa buscam fazer indicações dos órgãos de segundo escalão do governo estadual em Oeiras.

Vale lembrar que, por conta das particularidades da política no interior do estado, com grupos familiares que não se bicam, independentes da liderança estadual, muitos apoios dados por parlamentares não foram seguidos integralmente pelos líderes regionais. Esse critério, inclusive, foi apontado como um dos que influenciaram o veto ao suplente de deputado federal José Maia Filho, o Mainha (Progressistas) para assumir a secretaria estadual de Meio Ambiente, que terminou com uma indicação da deputada federal Margarete Coelho (Progressistas).

 

Fonte: Meionorte.com|Sávia Barreto

 

 


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas