Receber notificações
  Facebook
  RSS
  Whatsapp

Banda toca durante velório de mulher no interior do Piauí: ??Pedido dela?, diz filhos. Vídeo!

Maria de Fátima Oliveira Amaral, de 55 anos

 Maria de Fátima Oliveira Amaral, de 55 anos

Você acha que já viu de tudo? Claro que não, sempre tem algo que nos surpreende. Em Batalha, Norte do Piauí, um velório bem diferente chamou a atenção. Isso porque a cerimônia aconteceu ao ritmo de seresta. A ideia, por incrível que pareça, foi de Maria de Fátima Oliveira Amaral, de 55 anos, que morreu após alguns meses lutando contra um câncer no estômago.

Ainda durante o tratamento, Fátima Amaral, como era mais conhecida, teria feito alguns pedidos para a família como o desejo de ter música ao vivo em seu velório e que ela estivesse toda maquiada durante o sepultamento e assim os filhos fizeram.

Um vídeo que circula em redes sociais mostra o músico ‘Jorge dos Teclados’, que a mulher era fã, tocando durante o velório e fazendo homenagens para ela com músicas ao vivo.

Fátima Amaral morreu na manhã do último sábado (15/05) em um hospital no Estado de São Paulo, onde fazia tratamento. O corpo foi transladado para o município de Batalha, onde foi velado na segunda-feira (17/05) e sepultada na manhã de terça-feira (18/05) no cemitério São Francisco, na cidade de Piripiri, sua terra natal.

A filha mais nova de Fátima, Janiceli, relatou que sua mãe era uma pessoa muito extrovertida, que gostava de alegria e queria festa e não tristeza.

“Foi um pedido que ela fez para nós filhos, que quando ela falecesse, ela queria festa e não tristeza. Daí nós fizemos tudo que ela pediu, que era música que ela mais gostava e que também fosse maquiada, assim foi feito, pois ela gostava muito de se divertir e era uma pessoa muito alegre e prestativa com todos“, falou a filha.

Já o músico Jorge dos Teclados falou que foi desafiador, ao mesmo tempo um ato de reconhecimento pelo trabalho e que foi duro controlar a emoção.

“Para mim foi um desafio, a gente tem que está preparado psicologicamente, mas Deus me deu força para controlar minha emoção para eu realizar o pedido dela e que Deus à tenha em um bom lugar“, contou o cantor.

Devido a pandemia, poucas pessoas tiveram acesso ao velório e todas tiveram que fazer uso da máscara, do álcool em gel e mantendo o distanciamento social.

Veja o vídeo!

 

Fonte: oitomeia

Emanuel Vital

Mais de