Curta a nossa página
21/07 15h33 2021 Você está aqui: Home / Notícia Emanuel Vital Imprimir postagem

Filha do ex-governador Freitas Neto, Kiki Freitas, morre no parto; bebê sobreviveu

Na manhã dessa quarta-feira (21/07), a dentista Maria Cristina Almendra Freitas, filha do ex-governador do Piauí e atual presidente do Sebrae-PI, Freitas Neto, morreu após intercorrência no parto em uma maternidade particular de Teresina.

De acordo com informações apuradas pelo OitoMeia, a odontóloga teve um choque anafilático na hora que foi aplicada a anestesia. Choque anafilático é uma grave reação alérgica que pode levar ao encerramento da garganta, impedindo a respiração adequada e podendo levar à morte.

O anuncio da gravidez foi dado ainda 2020, o bebê, cujo nome é o mesmo do ex-governador, Antônio,  sobreviveu e está sob cuidados médicos na maternidade onde foi realizado o parto.

+SIGA O FOLHADEOEIRAS NO FACEBOOK

+SIGA O FOLHADEOEIRAS NO INSTAGRAM

+SIGA O FOLHADEOEIRAS NO YOUTUBE

Kiki Freitas, como era conhecida, era graduada em Odontologia pela Facid. Atualmente era coordenadora dos cursos de Odontologia e Radiologia do Centro Universitário UniFacid.

O que diz  a maternidade

A Maternidade Santa Fé divulgou nota, na tarde desta quarta-feira (21), esclarecendo que a paciente Maria Cristina Carvalho Almendra Freitas, filha do ex-governador Freitas Neto, sofreu uma parada cardiorrespiratória durante o procedimento de parto, às 8h28.

Segundo a nota da Maternidade Santa Fé, “durante a assistência ao período expulsivo, a paciente evoluiu com sinais de angioedema e desconforto respiratório, sendo realizadas medidas imediatas de suporte e parto por via mais rápida, devido gravidade do quadro”, diz trecho da nota.

Ainda conforme a maternidade, o parto ocorreu de forma normal, sem analgesia e anestesia. “A paciente evoluiu com parada cardiorrespiratória, sendo assistida por sua equipe particular, juntamente com o corpo clínico da maternidade, bem como pela equipe da UTI Móvel da Unimed, que já se encontrava no local”, acrescentou.

Confira a nota na íntegra

A Maternidade Santa Fé esclarece que a paciente Maria Cristina Carvalho Almendra Freitas deu entrada com sua equipe particular, composta por duas obstetras, uma enfermeira obstetra, uma fisioterapeuta e uma doula, em trabalho de parto avançado, às 7h49 do dia 21/07/2021.

Durante a assistência ao período expulsivo, a paciente evoluiu com sinais de angioedema e desconforto respiratório, sendo realizada medidas imediatas de suporte e parto por via mais rápida, devido gravidade do quadro.

Parto normal sem analgesia/anestesia ocorreu às 8h28. O recém-nascido encontra-se em estado grave, após reanimação neonatal realizada pela equipe da Santa Fé.

A paciente evoluiu com parada cardiorrespiratória, sendo assistida por sua equipe particular, juntamente com o corpo clínico da maternidade, bem como pela equipe da UTI Móvel da Unimed, que já se encontrava no local.

Lamentamos profundamente o ocorrido, esclarecemos que foram prestadas toda a assistência, assim como se solidariza com a família nesse momento de dor.

Diretoria Maternidade Santa Fé

 

Fonte: GP1 e Oitomeia

 


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.