Curta a nossa página
25/08 18h10 2019 Você está aqui: Home / Polícia Emanuel Vital Imprimir postagem

"Devemos nos unir no 2º turno", diz Dr. Pessoa sobre Wellington Dias

Após se filiar oficialmente ao MDB o ex-deputado estadual e pré-candidato à prefeitura de Teresina Dr. Pessoa afirmou em entrevista ao Viagora estar muito satisfeito em participar de um grupo forte político.

“Costumo dizer que já sou protegido pelas leis de Deus e politicamente eu acho que dei um passo à frente, agora estou num grupo político mais amplo e forte, que defende sempre o crescimento econômico, a democracia estou melhor situada politicamente e muito alegre”, relatou.

Sobre a pré-candidatura à prefeitura da capital, Pessoa afirma estar satisfeito em contar com o apoio também de Robert Rios “Agora também nessa nova caminhada estou com o PSB do ex-governador Wilson Martins, com o Robert comigo como candidato a vice-prefeito”.

Adminsitração Municipal atual

Questionado sobre atual administração municipal do prefeito Firmino Filho, Doutor Pessoa foi enfático: “ Está desgastado, nós não vamos desmanchar o que vem dando certo e que a sociedade aprovou, agora aquilo que a sociedade não aprovar nós vamos melhorar e intervir. Nós não vamos administrar dentro de gabinete não, vamos administrar com a equipe que vai se formar em torno do meu nome, nós vamos administrar em grupo. Sempre consultando o povo se está bom, ou se está errado vamos seguir o pensamento da decisão do povo”, ressaltou.

Coligações para 2020

Pessoa revelou que as conversas sobre as coligações já estão avançadas. “Nós já estamos conversando sobre coligações, hoje mesmo já marquei com o senador Elmano Férrer, meu grande amigo, outros partidos também estão alinhando conversas, o PSB já está confirmado. Nós conversamos com o PTB do João Vicente Claudino, com o PSC do Valter Alencar, estamos com conversações bem avançadas. O MDB é um partido de centro e não tem nenhuma porta fechada eu só não quero apoio desses juridicamente envolvidos na lava jato".

Apoio de Wellington Dias

Já sobre a possibilidade de apoio do Governador Wellington Dias (PT), o ex-deputado disse que tudo é possível e que também já houveram conversas nesse sentido.

"Eu fui adversário do Wellington, mas também já ajudei ele na política e sempre o respeitei como pessoa em um debate saudável.  Conversei com ele para que tenha um consenso que se ele não tiver candidato no primeiro turno para que nós tenhamos uma coligação, já teve conversação sobre o assunto, mas a possiblidade maior é no segundo turno, e as conversações continuam, caso ele não tenha candidato a probabilidade de saírmos juntos é grande no primeiro turno, caso haja candidato, no segundo estamos conversando para nos unirmos”.

 

Viagora


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.