Curta a nossa página
01/03 18h02 2021 Você está aqui: Home / Oeiras Emanuel Vital Imprimir postagem

Pandemia: Pelo segundo ano, Semana Santa será sem tradicionais procissões em Oeiras

A pandemia do novo coronavírus continua afetando drasticamente a vida dos brasileiros. As determinações das entidades de saúde em favor do isolamento social para conter o avanço da Covid-19, têm modificado entre outras coisas, as tradições religiosas em todo o Brasil. Esta realidade é perceptível num dos municípios de grande tradição religiosa no Piauí, a cidade de Oeiras.

Em 2020, em plena pandemia do vírus SARS-COV-2, após mais de dois séculos de tradição, a Igreja Católica não celebrou as tradicionais procissões alusivas a Semana Santa em Oeiras, a mais popular do estado do Piauí. Este ano, os ritos da Semana Santa continuarão sendo realizados, porém sem procissões. A informação foi confirmada ao folhadeoeiras pelo padre, Possidônio Ferreira Barbosa, vigário geral da Diocese de Oeiras.

Deste modo, os atos paralitúrgicos que são realizados da sexta-feira do Bom Jesus dos Passos até o Domingo da Ressurreição estão todos cancelados, a saber: Procissão da Fugida, Procissão do Bom Jesus dos Passos, Procissão dos Ramos, Procissão do Fogaréu, Descimento da Cruz, Procissão do Senhor Morto e Procissão do Cristo Ressuscitado.

Ao folhadeoeiras, o padre esclareceu que a decisão foi tomada após reuniões e discussões com padres e o Bispo da Diocese, Dom Edilson Nobre a respeito do assunto e foi ratificada em encontro com outras autoridades como, o prefeito Zé Raimundo, Promotor Vando Marques e vigilância sanitária.

“Cabe falar em procissões diante da situação sanitária em que estamos vivendo agora? Estamos vivendo numa engrenagem muito delicada. E, se a situação se agravar, como faremos? Nosso compromisso é com a fé do povo. A igreja é um lugar de superação. A igreja ajuda na fé, ajuda as pessoas a melhora de vida. Não podemos por conta de uma tradição colocar a população em risco”, ponderou o pároco.

Alerta

O padre Possidônio também fez um alerta à população sobre a situação sanitária atual. “Tenho sabido que a situação em Oeiras é cada vez mais complicada, onde o único hospital está com leitos de UTIs e de enfermaria para os doentes da Covid-19 completamente ocupados. Em 2021, inspirado por tempos difíceis de pandemia, o Papa Francisco escreveu sobre a cultura do cuidado como caminho para paz. Esse é o nosso alerta, as pessoas devem se cuidar mais. As autoridades são chamados a cuidar das pessoas, e as pessoas tem que cuidar do corpo e da alma. O momento atual é de união. Nós precisamos da colaboração e participação de todos neste momento tão difícil em que estamos vivendo”, finalizou.

Padre Possidônio Ferreira Barbosa Júnior, Vigário Geral da Diocese de Oeiras. Foto: Divulgação

 

Redação|Folhadeoeiras


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.