Receber notificações
  Facebook
  RSS
  Whatsapp

Pentacampeão de futebol, Edilson Capetinha recebe título de Cidadão Piauiense

Jogador atuou em times coo Flamengo, Corinthians e Palmeiras, e era atacante da Seleção quando o Brasil conquistou o Penta.

Pentacampeão de futebol, Edilson Capetinha recebe título de Cidadão Piauiense. Foto: O dia

 Pentacampeão de futebol, Edilson Capetinha recebe título de Cidadão Piauiense. Foto: O dia

O pentacampeão mundial de futebol com a Seleção Brasileira, Edilson Capetinha, está em Teresina para receber o título de Cidadão Piauiense na Assembleia Legislativa. Edilson é ex-jogador de futebol e atuava como atacante na Seleção Canarinho na Copa do Mundo de 2022, quando o Brasil conquistou o Penta. A homenagem ao futebolista foi uma proposição do deputado Felipe Sampaio (MDB).

O deputado disse que a intenção de conceder o título de cidadania piauiense a Edilson é uma forma de celebrar alguém que sempre promoveu a inclusão social através do esporte. “Tornamos piauiense um pentacampeão mundial que tem muito a contribuir com o esporte local”, afirmou o parlamentar.

+SIGA O FOLHADEOEIRAS NO FACEBOOK

+SIGA O FOLHADEOEIRAS NO INSTAGRAM

+SIGA O FOLHADEOEIRAS NO YOUTUBE

Pentacampeão de futebol, Edilson Capetinha recebe título de Cidadão Piauiense - (Eliezer Rodrigues/O Dia)Eliezer Rodrigues/O DiaPentacampeão de futebol, Edilson Capetinha recebe título de Cidadão Piauiense

Edilson Capetinha já passou por mais de 40 cidades com projetos de inclusão social através do futebol. Em solo teresinense, o ex-atacante da Seleção Brasileira agradeceu a homenagem e disse esperar poder colaborar com o esporte piauiense. Para o pentacampeão mundial, o título é uma maneira de ele contribuir com o esporte em Teresina tanto dentro quanto fora de campo.

“Acho que o esporte, não só aqui, mas em todos os lugares, tem que melhorar e é isso que a gente está tentando fazer. Trazer a experiência que a gente tem dentro de campo para poder ajudar o esporte. A gente sabe que não é fácil. Eu sou nordestino também, saí de Salvador e tive a maior para ser um profissional e ser bem sucedido. Sabemos das dificuldades e no que pudermos ajudar, a gente vai ajudar”, disse Edilson Capetinha.

O ex-atacante da Seleção Brasileira destacou ainda que o Piauí é um celeiro de talentos não apenas no futebol, mas em várias outras modalidades e pediu que as autoridades possam fomentar mais o setor.

Quem é Edilson Capetinha

Edilson Capetinha nasceu em Salvador, Bahia, em 17 de setembro de 1970 e começou sua carreira profissional no futebol pelo Industrial de Linhares ainda em 1987, aos 17 anos. Em 1993, foi contratado pelo Palmeiras, onde obteve destaque nacional e se tornou bicampeão Paulista, do Rio-São Paulo e do Campeonato Brasileiro. Em 1994, Edilson foi para o exterior defender o Benfica, de Portugal, onde ficou até 1995.

Em 1997, de volta ao Brasil, o atacante atuou pelo Corinthians e conquistou o segundo título nacional para o Timão. No final dos 1990 e início dos anos 200, Edilson Capetinha era um dos principais nomes do futebol brasileiro, tendo ganhado campeonatos importantes país afora como o Campeonato Paulista, o Brasileiro de 1999 e o Mundial de Clubes em 2000.

Edilson também já vestiu camisas de times como Flamengo e Cruzeiro. Em 2002, ajudou a Seleção Brasileira a conquistar o pentacampeonato na Copa do Mundo da FIFA.

Edilson Capetinha se aposentou do futebol aos 39 anos, em dezembro 2009.

 

Com informações de Eliézer Rodrigues, da O DIA TV

Mais de Esportes